Atentar-se às medidas, ao formato do corpo e ao volume dos seios pode ajudar a escolher sutiãs que valorizem a silhueta.

Difícil encontrar uma mulher que nunca tenha sofrido por comprar o sutiã errado. Um modelo largo ou apertado demais não valoriza o colo feminino e ainda pode causar impactos na saúde.

Além de proteger áreas mais sensíveis do corpo, a lingerie ajuda a potencializar a autoestima e confiança de quem veste. Para que isso seja possível, no entanto, é preciso saber como escolher peças íntimas para cada biotipo.

Prestar atenção nas medidas antes de comprar os itens, conhecer um pouco mais sobre os diferentes modelos disponíveis no mercado e entender quais peças são indicadas para cada corpo são alguns pontos que podem auxiliar na escolha.

Veja 3 dicas para comprar sutiãs que valorizem os seios.

1. Saiba quais são suas medidas 

O primeiro passo é saber como escolher o tamanho correto da peça.

Segundo um estudo realizado pelo IDC e encomendado pela Infobip, 88% dos brasileiros preferem fazer compras online, o que dificulta saber qual o tamanho certo de sutiã para o busto. Nesses casos, conhecer as próprias numerações é essencial para acertar no tamanho e realizar uma boa compra.

Para saber a medida do busto, basta passar uma fita métrica ao redor do corpo, na altura dos seios. Já para o tronco, a fita deve percorrer a região abaixo do busto, passando pelas costas. O tamanho marcado na ponta será a medida utilizada para escolher o sutiã.

Quem costuma comprar com revendedoras ou lojas físicas também se beneficia. Muitos estabelecimentos oferecem modelos com variações nas medidas — por exemplo, o tamanho P pode ser grande em uma peça e pequeno em outra — ou não permitem que as clientes experimentem. Dessa forma, estar ciente das numerações do próprio corpo ajuda a evitar problemas.

2. Conheça os tipos de sutiã

Um sutiã não é uma peça padronizada. O mercado não oferece um modelo apenas confortável, para o dia a dia ou de cor bege.

Atualmente, o setor de moda íntima conta com peças que atendem aos mais diferentes estilos. Quem trabalha com lingerie para revenda ou procura por um sutiã que promova a valorização da silhueta feminina precisa conhecer essa variedade.

É possível, por exemplo, encontrar peças com foco na prática de esportes, para o uso no trabalho ou até mais sensuais, para elevar a autoestima. Aliás, uma característica não substitui a outra.

O meia-taça, por exemplo, é confortável e valoriza o busto. Seu design deixa a parte de cima dos seios à mostra, protegendo apenas o necessário. Já o sutiã top é mais usado para quem busca por praticidade no dia a dia, pois a parte da frente não costuma ter decote.

3. Entenda quais modelos são indicados para cada tamanho

Assim como conhecer as medidas e os modelos de sutiã existentes no mercado, é importante saber qual o design ideal para cada tamanho de seio.

De nada adianta investir em uma lingerie bonita se ela não oferecer a sustentação necessária e trazer desconforto para o dia a dia. Unir bem-estar e autoestima é o segredo para comprar peças que proporcionem confiança a uma mulher.

Modelos para seios maiores 

Para quem tem seios fartos, a sustentação é algo sério. A escolha incorreta do sutiã pode causar dores na coluna e nos ombros. Geralmente, modelos com alças e laterais mais largas tendem a suportar bem o peso e ainda valorizam o colo.

Um exemplo é o sutiã nadador, que promove sustentação nos seios, costas e laterais, garantindo mais conforto para o dia a dia. Atualmente, é possível encontrar esse modelo com decotes mais cavados, o que favorece seu uso com diferentes estilos de roupa e traz sensualidade na medida certa.

Além do nadador, existem também outros modelos no setor de moda íntima com as características necessárias para sustentar e valorizar os seios. Independentemente do estilo, vale prestar atenção nas alças, laterais e costas da peça.

Modelos para seios menores

Já quem tem seios menores deve procurar por modelos que ofereçam mais volume para o busto. Nesses casos, sutiãs com bojo, meia taça e push-up conferem mais volume ao colo e são ideais para roupas com decotes.

Para valorizar o busto sem atribuir mais volume, o bracelete é uma boa opção. Confeccionado com renda, o modelo oferece a sustentação necessária, é confortável e pode aparecer com ou sem bojo.

 

You May Also Like

Leave a Reply